White Hat SEO ou Black Hat SEO?

Atuar no Empreendedorismo Digital e não conhecer SEO é quase que um sacrilégio! Pois é necessário conhecer pelo menos em seu nível mais básico. Mas depois que começa estudar sobre o assunto, e começa a aplicar na escrita dos artigos em seu blog ou site, é quase como comer um chocolate (para chocólatras como eu)!

Não sou especialista em SEO, mas estudo tudo relacionado e testo é claro! Mas a aprendizagem é contínua e interajo bastante com quem conhece.

Se você conhece o mínimo em SEO, sabe que o Google tem mais de 200 fatores para posicionamento de um blog. Então, é humanamente impossível conhecer todos os fatores e o que se normalmente ensina são os principais fatores.

Dentre os fatores mais relevantes, além da escrita de conteúdos de qualidade, é a conquista de backlinks de qualidade.

Por isso, no Brasil se tem abordado muitos assuntos relacionados a White Hat SEO e Black Hat SEO.

Então, vamos conhecer um pouco mais sobre esse tema?

White Hat SEO ou Black Hat SEO?

White Hat SEO

Particularmente ao estudar ambas as expressões e ler algumas opiniões de pessoas conhecidas no Empreendedorismo Digital, os argumentos são quase que os mesmos: “Ah, White Hat SEO demora muito!” Ou: “White Hat SEO também de certa forma é Black Hat SEO!” Esse último é que me fez questionar ainda mais… Será que o limite não seria muito tênue entre uma prática e outra? Por isso, resolvi estudar mais ainda opiniões de outras autoridades sobre o assunto.

Mas antes de qualquer debate: o que seria White Hat SEO?

Leia a explicação do site SEO Marketing: “As White Hat SEOs seguem por via de regra as diretrizes dos mecanismos de busca para conseguir melhorar o seu posicionamento. Trabalham o conteúdo do site, se engajam em prática de troca de links que sejam coerentes com o seu conteúdo, não compram links com o simples propósito de subir no posicionamento do Google. Os resultados obtidos por sites white hat costumam demorar um pouco mais para aparecer, mas o risco de ser penalizado pelo Google e desaparecer dele é baixíssimo.”

Então, você poderá pensar: “Se terei que seguir estes critérios e faço por conta própria tudo isso, então tudo deixa de ser natural e por isso também seria Black Hat” Pois é, aí entra o limiar muito tênue que expliquei acima.

Você já ouviu falar em Grey Hat? Pois é, intermediário ao White Hat SEO e o Black Hat SEO seria esta classificação que envolve riscos bem maiores que o White Hat. Bom, se realizarmos uma comparação com a Bolsa de valores, talvez você tenha que avaliar antes de qualquer coisa, qual é o seu perfil de investidor para decidir qual a técnica que irá optar em SEO para utilizar em seus projetos.

Agora vamos pensar no seguinte: imagine que o Guest Post é um do fatores de posicionamento, através de obtenção de links dofollow. Se realizar Guest Posts além da conta será punido pelo Google, pois ele entenderá que está exagerando. Vamos falar a verdade? Quantos iniciantes não tentam realizar Guest Posts para melhorar o posicionamento do seu blog?

Não vejo o Black Hat SEO ou o Grey Hat SEO com preconceito e, por isso, tenho estudado sobre o assunto, mas o problema maior está relacionado aos riscos.

Se ler novamente a explicação do site SEO Marketing, você lerá que há sim risco, mas baixíssimo. Então peraí: White Hat SEO pode ter risco? Claro que sim! Mas é remoto!

E aí vamos tentar agora entender o outro extremo, isto é, o que seria Black Hat SEO.

Black Hat SEO

Pelo próprio conceito acima podemos entender o Black Hat SEO como todas as práticas que tentam enganar o algorítimo do Google, mas talvez vá um pouco mais além e complemente da seguinte forma: “e que envolva riscos bem mais altos”.

Realmente o White Hat SEO pode demorar meses, ou mais de 1 ano, para começar a surtir resultados mais substanciais em termos de visitas. Concordo que tempo é dinheiro, mas será que compensa o risco? Tenho refletido sobre o assunto e assisti aulas magníficas sobre PBN.

A Agência Mestre explica que a praticamente cada prática White Hat pode-se criar outra Black Hat. Ou seja, classificam o abuso do SEO como Black Hat.

Mas o que ocorre na prática? A pessoa que deseja obter resultados mais rápidos em SEO, cria ou aluga uma rede privada de blogs com autoridade (PA = Autoridade de Página e DA = Autoridade de Domínio) de domínios altos e faz com que cada site ou blog desta rede aponte para o site que deseja melhorar o posicionamento do Google. É magnífico como ocorre tudo rapidamente, mas é como investir na bolsa de valores. Um dia você ganha, um dia você perde. Tive amigos assim que um dia saiam para comemorar por que ganharam muito e outros dias perderam bastante. Não vejo problema algum nisso, desde que tenha a mente aberta para uma possível perda.

Mas o que avaliei é que realmente deveria ser realizado um estudo em termos de tempo e dinheiro. Por que perderá um tempo considerável em localizar os melhores domínios expirados e sem penalidade, etc. para montar a sua rede privada. Outro ponto é que terá que registrar cada domínio em um serviço de hospedagem diferentes, ou seja, perderá um tempo enorme para encobrir todos os seus rastros para o Google.

Se for descoberto pelo Google, simples, terá que reiniciar novamente seu projeto. Esse é o maior risco: perder tudo e recomeçar de novo.

E você o que acha do assunto? Deixe sua opinião para enriquecer o artigo.

Até breve!

Fonte: Imagem Pixabay.

Aprenda a fazer MUITAS vendas no Hotmart, todos os dias, sem investir em anúncios pagos

Cristiane Gouget

Sou formada em Economia e mestrando em Economia Empresarial e apaixonada por assuntos relacionados ao Empreendedorismo Digital e Finanças Pessoais. Autora dos Blogs: Experts Digitais e Guarde Dinheiro.

Website: http://expertsdigitais.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *